Como vender na internet: Prefeitura de São Gonçalo promove seminário virtual para comerciantes

 Como vender na internet: Prefeitura de São Gonçalo promove seminário virtual para comerciantes

Com o objetivo de contribuir com os empreendedores nesse momento de pandemia de Covid-19, a Prefeitura de São Gonçalo do Amarante/RN vai promover, na próxima terça-feira, dia 12, um seminário virtual de “Como vender na internet e nas mídias”, com os especialistas em comércio eletrônico Kellil Marcilio e Sheyson Medeiros. A iniciativa faz parte do programa ‘Cidade Empreendedora’, convênio da prefeitura, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, com o Sebrae/RN, e será transmitida ao vivo pela conta oficial da Prefeitura no ‘facebook’ e ‘youtube’.

O Sebrae também vai oferecer consultoria gratuita para promoção e divulgação de produtos e serviços nas redes sociais. “Comerciantes, prestadores de serviços, restaurantes, lanchonetes, autônomos, artesãos e várias outros ramos de negócio podem e devem se adequar ao comércio eletrônico para manter suas vendas, mesmo com as portas fechadas pelo distanciamento social determinado pelas autoridades sanitárias. Acreditamos que essa solução pode ajudar a manter os negócios vivos e atuantes”, explicou prefeito Paulo Emídio, o Paulinho.

As inscrições já estão abertas, através do site abre.ai/vendernapandemia, e são direcionadas aos empreendedores do município. “Ferramentas simples e já conhecidas como o ‘WhatsApp’ e o Facebook podem ser usadas para vender e oferecer serviços à distância. Estes e outros aplicativos mais específicos serão mostrados no seminário”, destaca Vagner Araújo, secretário da Semdet.

Financiamento

Além das orientações aos empreendedores, a prefeitura está articulando com a Agência de Fomento do Rio Grande do Norte (AGN/RN) e o Banco do Nordeste, a destinação de linha de crédito através do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE Emergencial) para a compra de computador e a instalação de internet rápida nos estabelecimentos comerciais, entre outras necessidades para ajudar a se adequarem à nova realidade.

+ Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *