segunda-feira , 15 julho 2024
Lar Últimas notícias CASO CHOQUEI: Polícia investiga se jovem alvo de fake news com Whindersson Nunes teria sido induzida ao suicídio
Últimas notícias

CASO CHOQUEI: Polícia investiga se jovem alvo de fake news com Whindersson Nunes teria sido induzida ao suicídio

A investigação sobre a morte da jovem que foi alvo de boato ligado ao humorista Whindersson Nunes verifica se alguém tentou instigar Jéssica Vitória Dias Canedo a tirar a própria vida.

A então moradora de Araguari, a 670 km de Belo Horizonte, enfrentava quadro de depressão. Ela morreu, nesta sexta-feira (22), aos 22 anos, após ter sofrido perseguição virtual devido a publicações feitas por sites de fofoca que sugeriam uma relação dela com o artista.

“Temos, até o momento, a informação de que a morte se deu por um ato da própria vítima. A Polícia Civil investiga se houve algum tipo de induzimento, instigação ou auxílio a esse suicídio”, explicou o delegado Felipe Oliveira.

Oliveira ressalta, entretanto, que a legislação brasileira só prevê punição para esse tipo de conduta quando o autor agir “com a consciência e a vontade de que aquela vítima viesse a cometer um suicídio”, ou seja, quando há dolo.

“Fora dessas situações, o crime não seria punível, mas isso não afasta eventual responsabilidade civil ou qualquer outro tipo de responsabilidade de pessoas ou órgãos de imprensa pela divulgação ou compartilhamento de notícia eventualmente falsa sobre a Jéssica”, completou, ao dizer que a família pode pedir a responsabilização pela publicação de eventuais informações falsas.

A equipe da Polícia Civil vai ouvir parentes da jovem e analisar os conteúdos postados sobre ela em redes sociais. Antes de Jéssica morrer, a mãe dela divulgou um relato em que afirmava que a filha estava sendo vítima de mentiras. No vídeo, Inês Oliveira ainda ressaltou que a situação estava agravando a depressão da jovem.

O perfil Choquei emitiu uma nota em que se isenta da responsabilidade sobre a morte. A página foi apontada por internautas como responsável por compartilhar fake news sobre o possível envolvimento de Jéssica com Nunes.

“Em relação aos eventos que circulam nas redes sociais e foram associados a um trágico evento envolvendo a jovem Jéssica Vitória Canedo, queremos ressaltar que todas as publicações foram feitas com base em dados disponíveis no momento e em estrito cumprimento das atividades habituais decorrentes do exercício do direito à informação”, diz trecho do comunicado.

R7

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Recentes

Categorias

Artigos relacionados

Deputado Luiz Eduardo fica ferido após grave acidente na BR-101; trecho foi interditado

Um grave acidente envolvendo três veículos sendo dois caminhões e um carro...

Inmet emite alerta de vendaval para todo o RN

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta amarelo de vendaval...

TJRN decreta prisão preventiva de Wendel Lagartixa

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte...

Turismo de eventos em Natal gera mais impacto que o de lazer

Maior responsável por movimentar a economia turística atualmente, o turismo de eventos...